Blog da NatusVita

Treino Hiit – O que é? Como fazer do jeito certo?

A prática regular de atividades físicas é essencial para a manutenção de uma vida saudável e de qualidade, garantindo também longevidade em qualquer fase da vida. Dentre as várias opções de exercícios físicos, as rotinas de treinos aeróbicos e de força ganham destaque no dia a dia de quem tem pouco tempo disponível para se dedicar a esses tipos de atividade, já que são rápidas e eficientes.

Dentre esses tipos de treino, um tem crescido significativamente nas academias e centros esportivos de todo o país: o treino HIIT. Você sabe o que é ele e quais são as vantagens que ele oferece para sua saúde e seus resultados corporais? Nesse artigo lhe contamos tudo sobre o treino HIIT e como você pode adicioná-lo em sua rotina!

Treino HIIT: o que é isso?

O treino HIIT é uma prática que se baseia nos conceitos recentemente estudados e divulgados que afirmam que emagrecimento e queima de gordura corporal estão intimamente relacionados com exercícios de intensidade alta. A partir desse conhecimento, técnicas para otimizar os exercícios intensos e seus resultados foram desenvolvidas por especialistas em atividades físicas, até chegarem no que hoje eles chamam de treino HIIT.

HIIT é uma sigla em inglês que significa High Intensity Interval Training. A tradução para o português quer dizer algo como “treinamento intervalado de alta intensidade”, que deixa bem claro o que esse tipo de treino costuma colocar em prática nas suas rotinas.

Esses treinos se baseiam em rotinas rápidas de exercício, com cerca de 20 ou 30 minutos, que intercalam alta intensidade com períodos rápidos de descanso. O objetivo é queimar gordura corporal em um curto intervalo de tempo, porém com muita eficiência.

Como fazer um treino HIIT?

Os treinos HIIT são realizados de várias maneiras diferentes, com exercícios e tempos de descanso também completamente diferentes entre si. A regra que os torna semelhantes é uma só: o momento em que o exercício está sendo feito deve exigir do praticante o seu maior esforço físico possível, elevando seu volume de oxigênio máximo e melhorando sua capacidade aeróbica.

Com os níveis altos de oxigênio máximo o corpo se torna mais capaz de metabolizar e transportar esse gás durante a atividade física, garantindo assim melhores resultados na queima de calorias e na performance do atleta.

Planejamento e aumento progressivo e controlado dos objetivos e metas do praticante são parte do treino de HIIT, já que é esperado que o indivíduo se adapte ao padrão de exercícios impostos para ele e que tenha que buscar um novo nível de oxigênio máximo a ser alcançado. Por isso é que o condicionamento físico também melhora junto com os resultados corporais e de performance nesse tipo de treino.

Vale lembrar também que essas metas e objetivos são definidos de acordo com cada indivíduo, de acordo com suas capacidades e limitações.

Por que o HIIT é um tipo de treino diferente dos outros exercícios de academia?

O HIIT não é um tipo de exercício físico. Ele usa vários tipos de exercícios já conhecidos e praticados em outras atividades de academia (como agachamentos, flexões, corridas e outros) para serem executados no método de alta intensidade intervalar.

Esses exercícios são repetidos de maneira rápida e intensa em circuitos altamente eficientes, que aumentam a produção de energia metabólica (ATP) pelo corpo e, consequentemente, maior queima das reservas de gordura corporal.

Outro importante benefício do treino HIIT quando comparado com os outros tipos de exercícios é que o corpo continua produzindo energia após o rápido circuito, levando a uma perda de gordura mesmo após o final do treino, preservando a massa muscular.

Quais são os benefícios do treino HIIT?

Além da melhora do condicionamento físico, da performance durante o treino e da queima de calorias mais eficiente, o treino HIIT também oferece outros benefícios para o praticante:

  • Melhora da resposta cardiovascular do organismo;

  • Aumento da taxa metabólica basal, levando a queima facilitada de energia no dia a dia;

  • Maior controle da glicemia e gordura no sangue;

  • Proteção da massa muscular;

  • Pouco tempo dedicado a realização de exercícios;

  • Treino que pode ser realizado em qualquer lugar, com ou sem aparelhos;

  • Maior sensação de bem-estar e melhora do humor.

Quais são os tipos mais conhecidos de treino HIIT?

Como afirmamos anteriormente, o treino HIIT pode ser desenvolvido de várias maneiras diferentes. Entretanto, existem algumas rotinas de exercício de alta intensidade que são conhecidas e que podem ser aplicadas para os praticantes desse tipo de treino:

Treino Tabata

Os treinos Tabata são realizados em 8 ciclos de atividades intensas de 20 seguros e descanso de 10 segudos. No total, ele dura cerca de 4 minutos e pode ser repetido ao longo da prática do HIIT.

Treino Gibala

Treinos Gibala são realizados em 8 ou 12 ciclos de 60 segundos de exercícios em alta intensidade e 75 segundos de descanso. Para esse tipo de treino é necessário um aquecimento leve de aproximadamente 3 minutos.

Treino Timmons

O treino Timmons é o mais intenso de todos e, por isso, não deve ser executado mais do que três vezes na semana. Ele se baseia na realização de três ciclos de 2 minutos de atividade leve e 20 segundos de exercícios de alta intensidade. No total, ele deve durar cerca de 20 a 21 minutos.

Treino de Sprints

Os treinos de Sprints são uma maneira prática de aplicar conceitos de HIIT no seu dia a dia. Para realizá-los, basta fazer um aquecimento de cerca de 5 minutos e, em seguida, intercalar sprints de 30 segundos (tiros de corrida em alta intensidade, bicicleta em alta intensidade) e descansos de um minuto e meio. Repita o procedimento sempre dando o seu máximo no momento do sprint, afinal, se estiver muito fácil e você não estiver cansando, é sinal de que não está chegando ao seu máximo.

Os treinos HIIT são uma ótima opção de queima de calorias e recuperação da qualidade de vida, mas sempre devem ser orientados e acompanhados por profissionais do ramo da saúde e educação física durante a sua prática. Apenas esses profissionais são capazes de fazer a prescrição desse treino de maneira segura para seu perfil corporal e metabólico. Por isso, não deixe de procurar auxílio na hora de aplicar o seu treino!

Melhores Suplementos para Treino HIIT

Suplementos alimentares são geralmente usados por quem deseja obter resultados superiores em seu treinamento, e com o treino HIIT não é diferente. Vale a pena investir em alguns suplementos específicos.

Se o objetivo é usar o HIIT para emagrecer, suplementos que aumentam a ingestão de fibras alimentares (Café Verde e Faseolamina), de proteínas (Whey Protein) ou de termogênicos (Kemina) podem agir de maneira positiva no apetite e na capacidade do organismo em queimar calorias, trazendo bons resultados para quem está precisando perder peso.

Outra vantagem, é que os termogênicos dão mais disposição e foco. Treinos HIITs exigem bastante disposição e resistência. Vale também uma olhada nos aminoácidos, como BCAA, além de suplementos como Waxy Maize.

Você já conhecia o HIIT? Já tinha praticado esse tipo de exercício antes? Conte para a gente!

Responder