Blog da NatusVita

Retenção de Líquidos – Como Eliminar?

Manter a forma física ideal é o sonho de qualquer pessoa que quer viver com saúde, mas também de bem com o espelho. Entretanto, uma grande vilã da forma física, que vai além do excesso de peso e quilinhos extras, é a retenção de líquidos.

Você provavelmente já ouviu alguém falar que sofre ao lidar com a retenção de líquidos, mas sabe realmente o que é isso e como eliminar esse quadro clínico do seu corpo? Nesse artigo te contamos tudo sobre esse assunto!

O que é retenção de líquidos?

Retenção de líquidos é um quadro clínico também chamado de edema e que tem como principal característica o inchaço corporal observado após o volume excessivo de água entre as células do corpo.

Apesar de, na grande maioria das vezes, a retenção de líquidos não ser um quadro clínico grave, ela pode ser um sintoma de alguma condição que precisa ser observada mais de perto. Podemos desenvolver retenção de líquidos por diversos motivos, como hábitos alimentares, sedentarismo ou alguma doença crônica não tratada e, por isso, ao sinal de sintomas que persistem, procurar o médico para fazer o diagnóstico é essencial para evitar a condição.

Como e por que a retenção de líquidos acontece?

A retenção de líquidos acontece por muitos motivos diferentes, mas que levam sempre ao mesmo quadro clínico de excesso de água entre as células corporais. Ela é mais comum em mulheres do que em homens, por conta do perfil hormonal e da maneira como o corpo responde a esses estímulos. Entretanto, é um diagnóstico que pode ser observado em qualquer tipo de pessoa, independentemente de sexo, idade ou estilo de vida.

Ela é uma consequência do excesso de água que circula nos vasos sanguíneos e que não é suportado por essa estrutura, permitindo uma passagem do líquido para os tecidos corporais irrigados por eles. O mesmo pode ser observado também em um excesso de água nos vasos linfáticos, que também deixam extravasar o volume para as células ao redor.

Por conta do excesso de água nas células, além da sensação visual de inchaço, é possível perceber uma mudança nos números da balança, visto que o volume de água pode fazer o corpo pesar mais.

Esse tipo de edema pode ser causado por:

  • Alimentação irregular rica em sódio (que aumenta a capacidade do corpo em puxar água);
  • Quadros de sobrepeso e obesidade com alterações clínicas;
  • Sintoma de patologias crônicas como problemas circulatórios, doenças hepáticas, doenças renais e problemas cardíacos;
  • Alterações hormonais observadas em diversas situações da vida (em especial em períodos menstruais e na menopausa);
  • Consequência de clima muito quente e temperaturas elevadas;
  • Uso de medicamento que tem o edema como efeito colateral;
  • Avanço da idade;
  • Gestação;
  • Alterações no funcionamento da tireoide.

Como fazer para combater a retenção de líquidos?

Para combater a retenção de líquidos é preciso, primeiramente, entender o que está causando esse volume excessivo de água nos vasos sanguíneos ou linfáticos do corpo. A partir do diagnóstico, que deve ser feito com a ajuda de um médico, é possível agir no combate a esse sintoma.

Algumas das melhores maneiras para agir contra a retenção de líquidos foram listadas abaixo:

Consumir chás diuréticos

Para evitar o excesso de água nas células é preciso encontrar uma maneira eficiente de aumentar a eliminação desse volume pelo corpo. Por isso, consumir mais água e chás diuréticos pode ajudar a ativar o funcionamento renal e aumentar a eliminação de líquido na urina. O Innovelle Drainage pode ajudar com sua fórmula única com ingredientes sinérgicos que auxiliam a promover um efeito de “drenagem” de dentro para fora em cápsulas. Auxilia a delinear as pernas e o corpo através da eliminação de líquidos.

Essa é uma solução, entretanto, não indicada para pacientes que estão enfrentando problemas renais e tem eles como a causa dos quadros de retenção de líquidos.

Praticar atividades físicas regularmente

Outra maneira eficiente de acelerar a perda de água pelo corpo é praticar exercícios físicos regularmente. Isso resulta em maior produção de suor e redução do líquido armazenado no corpo.

Controlar a alimentação e reduzir o consumo de sódio

O sódio é um dos responsáveis por garantir a retenção de água nas células e, por isso, para quem sofre com edemas, seu consumo deve ser feito de maneira controlada. Reduzir a ingestão de sódio, portanto, é essencial no tratamento desse sintoma. Da mesma maneira, o controle do consumo de calorias pode ajudar no tratamento, visto que a obesidade e o excesso de peso podem ser responsáveis por uma retenção hídrica indesejada.

Fazer drenagem linfática

Muitas vezes, a retenção de líquidos em uma determinada parte do corpo pode ser consequência de uma dificuldade do organismo em fazer circular o líquido por todas as suas estruturas. Por isso, a drenagem linfática pode ajudar a reduzir acúmulos de água nas células e melhorar a forma física e a sensação de inchaço.

Tratar a doença que é a causa principal

Quando o inchaço é uma consequência de um quadro clínico mais grave, nenhuma alternativa natural para controlar a retenção de líquidos pode ser eficiente. Tratar o sintoma é apenas uma alternativa paliativa para minimizar o desconforto, sem trazer grandes resultados a longo prazo.

Por isso, diagnosticar e tratar a condição crônica que está causando o quadro é essencial. Para isso, procure a ajuda e orientação de um médico para utilizar os medicamentos certos.

Você acredita que está sofrendo com um quadro de retenção de líquidos? O que tem feito para eliminar esses sintomas? Conte para a gente e compartilhe suas dúvidas sobre o assunto!

Responder