Categorias
Bem estar Saúde em Foco

Melatonina – A Importância do Hormônio do Sono

Melatonina

O uso de hormônios para manipular determinadas funções corporais é uma técnica que tem sido explorada por profissionais da área da saúde para trazer eficiência no tratamento de algumas condições clínicas.

Esses hormônios manipuláveis são vários, porém um dos mais famosos e mais facilmente encontrados para uso é a melatonina – e muito provavelmente você já ouviu falar sobre ela. Que tal entender melhor como ela funciona, qual a sua importância para a saúde e como você pode – e se deve – utilizá-la?

O que é Melatonina?

Melatonina é o nome dado a um hormônio que é naturalmente produzido pelo corpo humano por conta de uma de suas principais e básicas funções para a saúde: a indução do sono. Por atuar diretamente na regulação do nosso metabolismo corporal, esse é um dos hormônios mais valorizados por quem precisa melhorar a sua relação com a qualidade do sono, mas também com sua saúde corporal.

Ela é encontrada na forma de cápsulas industrializadas e pode ser comercializada com prescrição e orientação médica para tratar determinadas condições clínicas.

Para que serve a melatonina?

Como afirmamos anteriormente, a melatonina é um hormônio que tem grande relação com o nosso ciclo do sono – também chamado de ciclo circadiano. É ela a responsável por orientar como nosso corpo se comporta – e suas funções se ativam – enquanto estamos acordados ou dormindo.

Os níveis de melatonina no nosso corpo são mais altos quando estamos dormindo e, com a chegada da luz solar, ela tem sua produção reduzida auxiliando a acordar. Todos os nossos órgãos, portanto, contam com um receptor de melatonina, visto que ela é essencial para despertar ou desativar funções metabólicas específicas. Entretanto, sua atuação pode ser bem diferente em cada uma dessas regiões do corpo e, por isso, o acompanhamento médico é tão importante para a utilização correta e segura desse composto na sua saúde.

É importante lembrar que com cada vez mais presença de materiais luminosos na nossa rotina (computadores, celulares e televisão), a nossa produção natural de melatonina tem se tornado mais irregular e menor com o passar do tempo. Isso tem gerado em muitos indivíduos uma grande dificuldade de dormir e de relaxar. Além disso, outros fatores como o avanço da idade e o uso de determinados medicamentos também podem ser ainda mais prejudiciais para a produção desse hormônio.

A melatonina pode ser muito utilizada no tratamento de insônia, para auxiliar trabalhadores noturnos ou até mesmo idosos a conseguir dormir, mas seu acompanhamento médico é essencial para que os efeitos tenham sucesso.

Quais são os benefícios da melatonina?

Além de influenciar de maneira positiva a sua qualidade do sono – afinal, ela é a responsável por fazer você ter vontade de dormir – a melatonina pode ser utilizada em outros tratamentos clínicos de acordo com a orientação médica:

Melatonina

Controle da enxaqueca

Alguns estudos já mostraram um grande poder da suplementação de melatonina no controle de quadros de enxaqueca em pessoas que não respondem a tratamentos tradicionais com analgésicos e outras terapias.

Maior efetividade dos tratamentos de câncer

Acredita-se que a suplementação de melatonina pode ter um efeito positivo também no aumento da efetividade da quimioterapia em pacientes cancerígenos. Dessa maneira, a recuperação do paciente e os efeitos do tratamento são mais percebidos pelo organismo humano.

Tratamento de ovários policísticos

Por ser capaz de manipular a produção de vários outros hormônios no corpo, a melatonina também pode influenciar de maneira positiva a produção de insulina e estradiol, que tem relação com quadros de ovários policísticos em mulheres de todas as idades. Sua suplementação pode ser uma maneira alternativa de tratar a condição.

Redução de dores gastrointestinais e cólicas

A melatonina pode auxiliar no relaxamento e na redução das contrações de órgãos gastrointestinais e, por isso, tem sido utilizada também para auxiliar no tratamento de dores e cólicas nessa região. Em bebês essa é também uma técnica que tem sido testada para controlar os desconfortos comuns nessa fase da vida.

Controle da queda de cabelo

Acredita-se que a melatonina tenha papel importante no combate da alopécia em estágio inicial, ajudando a estimular o bulbo capilar e o crescimento dos fios, especialmente em homens.

Controle do peso corporal

A falta da qualidade do sono é sempre apontada como uma das causas da dificuldade em perder peso. Por isso, a melatonina também tem sido usada como uma alternativa para o tratamento do controle de peso, auxiliando na busca de melhores resultados corporais.

Quais são os efeitos colaterais da melatonina?

Por ser um composto naturalmente produzido por nosso organismo, a melatonina não é um medicamento que oferece grandes riscos para a saúde de quem opta por usá-la. Desde que você não tenha alergia à substância ou à cápsula, ou não tenha históricos de infarto ou angina, o uso pode ser feito de maneira segura.

Os efeitos colaterais da melatonina podem ser observadas com seu consumo excessivo, visto que podem causar dores de cabeça, maior produção de pesadelos e irritação durante o sono.

Como fazer uso da melatonina?

Para fazer o uso correto e seguro da melatonina é importante marcar uma consulta com um médico para que ele possa entender a sua necessidade – ou não – em contar com esse composto para sua saúde. Ele vai orientar o volume diário e quando fazer a ingestão das cápsulas de melatonina na sua rotina.

Pro Melatonina

Você conhecia a melatonina? Sabia da importância desse hormônio para a sua saúde? Compartilhe com a gente suas dúvidas sobre o tema!

Categorias
Hipertrofia Suplementos

Arginina – O que é? Para que serve? Benefícios

Arginina

Quem frequenta ambientes de academia ou treinos funcionais, muito provavelmente escuta falar de vários produtos nutricionais nas conversas de vestiário que rolam nesses locais. Um dos produtos mais citados, junto com o Whey Protein, a Creatina e o BCAA é a Arginina, mas nem todo mundo sabe o que é isso e como usufruir desse produto da maneira certa.

Você é um dos interessados em conhecer mais a fundo as características da arginina? Confira o artigo abaixo sobre o tema!

O que é a Arginina?

A Arginina é um aminoácido considerado essencial para o organismo humano, também sendo chamado como L-arginina ou ácido 2-amino-5-guanidino-pentanoico por alguns especialistas em saúde e alimentação humana.

Um aminoácido essencial é aquele que não pode faltar na alimentação humana, visto que sem ele várias funções metabólicas específicas do organismo podem ser prejudicadas com a ausência do composto.

Além de consumida em sua forma pura, a arginina também pode ser metabolizada pelo organismo humano após a ingestão de moléculas de proteínas, visto que uma das capacidades do corpo é quebrar essa molécula em vários aminoácidos para utilização em funções diferentes na nossa saúde.

Em indivíduos com baixa ingestão proteica – ou com demanda elevada desse nutriente em seu organismo – a suplementação de arginina é considerada necessária para manutenção da saúde corporal.

Quais são as principais fontes de Arginina da alimentação?

Como afirmamos anteriormente, a Arginina é um aminoácido que deve ser consumido na alimentação diária, visto que é considerado essencial para o nosso funcionamento corporal. Por isso, é importante conhecer as principais fontes desse produto para a nossa saúde.

De maneira geral, todo produto com boa concentração de proteína em sua composição pode ser considerado uma fonte de Arginina, visto que o corpo é capaz de transformar as moléculas de proteína em aminoácidos específicos. Entretanto, alguns produtos alimentares podem ser mais capazes que outros no fornecimento desse aminoácido tão essencial. Alguns desses produtos são:

  • Leguminosas como a soja, o feijão, a ervilha e o grão de bico;
  • Todas os tipos de carnes e peixes;
  • Frutos do mar em geral;
  • Ovos e produtos derivados desse alimento;
  • Oleaginosas como as nozes, amendoim, pistache, castanhas e avelãs;
  • Leite e seus derivados;
  • Frutas como a melancia, o morango, o kiwi e a uva.

Além desses compostos, a Arginina também é um produto facilmente encontrado em sua forma isolada, podendo ser consumido em cápsulas de acordo com orientação profissional quando for necessário.

Para que ela serve?

A Arginina pode ser utilizada para várias finalidades no organismo humano. De maneira geral, esse é um aminoácido que conta com grande atuação no nosso sistema imunológico, visto que é responsável por reduzir o risco de infecções no organismo, melhorar a cicatrização de feridas e lesões e também atuar de maneira mais generalista na recuperação de quadro de câncer, cirurgias e outras doenças crônicas graves.

Esse mesmo aminoácido atua no controle do fluxo de sangue no corpo, tratando quadros de inchaço e até mesmo de dor. Ainda tem participação no processo de síntese do colágeno que beneficia a pele e também tem ação antioxidante importante para evitar a ação de radicais livres nesse tecido.

Na atividade metabólica, a arginina conta com função importante na capacidade do organismo em usar as moléculas de glicose para transformar em energia. Exatamente por isso é muito valorizada por praticantes de atividades físicas e, principalmente, atletas de ponta.

Arginina

Quais são os benefícios de consumir Arginina?

Consumir arginina pode trazer muitos benefícios para a saúde de indivíduos com necessidades completamente diferentes. Como esse é um aminoácido essencial para o funcionamento do organismo humano, a versatilidade é uma de suas principais características quando o assunto é melhorar algum aspecto da nossa saúde.

Alguns dos principais benefícios do consumo da arginina que são reconhecidos pela medicina e ciência da nutrição são:

  • Capacidade de melhorar o transporte de nitrogênio;
  • Acelerar o processo de cicatrização de feridas
  • Fortalecer o sistema imunológico;
  • Inibir o crescimento de células tumorais em diferentes tecidos corporais;
  • Regeneração celular de diversos tecidos e sistemas corporais, como pele, ossos, tendões, espermas e células reprodutoras;
  • Desenvolvimento da massa muscular;
  • Maior produção de energia e recuperação para praticantes de atividades físicas;
  • Boa resposta anti-inflamatória;
  • Maior proteção do sistema cardiovascular como um todo;
  • Reparação de vasos sanguíneos;
  • Controle da pressão arterial;
  • Redução de dores e desconforto muscular;
  • Melhora da função renal;
  • Melhora da função mental;
  • Boa ação antioxidante para todo o organismo.

Como posso consumir Arginina?

O consumo de qualquer composto proteico e de aminoácidos deve ser realizado, mesmo que através de alimentos, de maneira controlada e acompanhada por um especialista em saúde e nutrição. A ingestão excessiva desse composto pode resultar em efeitos colaterais indesejados em indivíduos de diferentes características, estruturas físicas e perfil.

Por isso, é importante ressaltar também que não existe um volume correto ou adequado de consumo de Arginina. A prescrição do volume ideal por dia deve ser feito de maneira individualizada para cada paciente, de acordo com suas necessidades clínicas, em conjunto com uma dieta balanceada.

Existe contraindicação para o uso do produto?

O uso de Arginina na forma de suplemento isolado, como em cápsulas, não é indicado para gestantes, lactentes, pacientes diabéticos e com doenças renais. O uso em crianças e adolescentes também não deve ser feito desde que exista recomendação médica específica para tal.

Você conhecia a Arginina? Já fez uso da mesma na sua rotina? Conte para a gente suas dúvidas e opiniões sobre o tema!

Categorias
Suplementos

Açai – O que é? Para que serve? Benefícios

AçaiViver no Brasil nos garante uma grande vantagem quando o assunto é variedade de consumo de alimentos naturais. Os vegetais, legumes e frutas são abundantes nessa região do globo e se desenvolvem com muita facilidade no nosso clima e estilo de terreno, permitindo que tenhamos uma grande gama de opções do que comer para nos manter sempre nutridos e com saúde.

O açaí é uma das frutas que fazem a diferença quando o assunto é alimentação brasileira. Típica do norte do país e praticamente consumida em toda a nossa extensão, o açaí é um produto encontrado somente nessa região da América do Sul, mas valorizado em todos os cantos do globo.

Se você é um apaixonado por açaí como um bom brasileiro – ou ainda não saboreou o que essa frutinha tem para lhe oferecer – que tal conhecer um pouco mais sobre ela nesse artigo?

O que é o Açaí?

O Açaí é um fruto de uma palmeira típica na região norte da América do Sul – e por isso, muito popular nos estados do Pará e Amazonas. Com sabor característico, coloração roxa bem escura e formato inconfundível, o açaí é um dos alimentos base das refeições da população do norte do Brasil, sendo consumido em sua forma crua, como suco, sorvete, purê ou como parte de muitas outras receitas típicas da região.

Nas regiões centro, sul e sudeste do Brasil, o Açaí é consumido gelado, como um sorvete, e adoçado com extrato de guaraná, se tornando uma excelente opção para dias quentes e para repor a energia após a prática de algum exercício físico.

Para que serve o Açaí?

O Açaí é um fruto que, basicamente, é utilizado para desenvolver pratos e vários tipos de refeição. A ciência da nutrição descobriu outras características nutricionais importantes desse alimento e o utilizou também para desenvolver medicamentos naturais específicos que são populares em muitos tratamentos.

O açaí hoje também é utilizado para fortificar produtos capilares, cremes hidratantes e outros produtos dermatológicos que contam com suas características antioxidantes para beneficiar a saúde.

Quais são as principais características nutricionais desse alimento?

O açaí é um alimento que conta com duas importantes características nutricionais: o alto valor energético e uma grande capacidade antioxidante. O valor energético desse alimento é elevado por conta da presença de óleos vegetais essenciais para a nossa saúde e uma grande disponibilidade de açúcar de origem vegetal. O poder antioxidante, por sua vez, é uma consequência da presença de antocianinas, muito comum nesse alimento.

Além disso, o açaí é um alimento que conta com boa concentração de ferro, cálcio, vitamina E, magnésio, potássio, sódio, zinco, vitamina B1 e vitamina C.

Açai

Quais são os benefícios do açaí?

O açaí é um alimento que pode fornecer diversos benefícios para a saúde. Que tal conhecer alguns deles?

Grande poder antioxidante

O açaí é um dos principais antioxidantes para a nossa saúde. Antioxidantes ajudam a evitar a ação de radicais livres em vários sistemas e tecidos corporais, protegendo suas estruturas e sua saúde.

O poder antioxidante faz bem para a saúde do coração, da pele, dos cabelos, das unhas e também para o sistema imunológico do corpo.

Alta concentração de fibras alimentares

As fibras alimentares são nutrientes essenciais para a saúde do organismo. Além de auxiliar no controle da pressão arterial, no volume de açúcar e gordura circulante no sangue e controlar o apetite, elas também são responsáveis por garantir um funcionamento mais eficiente do sistema gastrointestinal.

Poderoso contra o câncer

O açaí é um alimento extremamente nutritivo e que conta com vários compostos nutricionais que podem auxiliar no combate à vários tipos de câncer. Os antioxidantes, por exemplo, são alguns desses compostos que protegem os tecidos corporais contra o desenvolvimento dessas lesões indesejadas.

Excelente para fornecimento de energia

Por ter alto valor nutricional e permitir a digestão e absorção rápida de seus nutrientes, o açaí é um alimento considerado essencial para quem precisa de aumentar as reservas de energia. Por isso, é fornecido para praticantes de atividades físicas antes ou depois do treino, de acordo com orientação nutricional.

Afrodisíaco natural

O açaí aumenta a capacidade de circulação do sangue em todo o corpo humano – inclusive na região peniana. Por isso, é considerado um importante afrodisíaco natural por ser capaz de aumentar o desejo e a capacidade sexual em homens e mulheres.

Importante para o combate às câimbras

Por ser uma boa fonte de potássio, o açaí é também muito indicado para combater e prevenir câimbras ocasionadas por má circulação ou por excesso de exercícios e movimentos da musculatura.

Como posso consumir o açaí?

O açaí pode ser consumido de diversas maneiras: como polpa, como suco, como sorvete, como purê (salgado) e de várias e versáteis alternativas alimentares. Além da forma natural, é possível contar com os benefícios do açaí com o consumo desse alimento em cápsulas, que concentra suas características nutricionais e torna tudo mais fácil para a digestão.

Para o consumo em forma natural ou em cápsulas, é importante contar com a orientação de um nutricionista. Por isso, não deixe de marcar uma consulta antes de começar a consumir esse alimento no dia a dia.

Você tem o hábito de consumir açaí? Conte para a gente!

Categorias
Suplementos

Cogumelo Agaricus – Venha descobrir seus segredos

Cogumelo AgaricusVárias espécies de fungos e cogumelos são utilizados na medicina alternativa como uma boa opção para valorizar a qualidade de vida e a saúde. Pensando nisso, a ciência tem explorado as características de vários desses produtos que podem valorizar o funcionamento do organismo e garantir a proteção da saúde em diversos aspectos.

Um desses produtos naturais é o Cogumelo Agaricus. Nunca ouviu falar sobre ele antes? Confira tudo que você precisa saber sobre ele, antes de adicionar na sua alimentação!

O que é o Cogumelo Agaricus?

Cogumelo Agaricus é também o nome dado ao Cogumelo do Sol, uma planta medicinal que também pode ser encontrada sob os nomes de cogumelo de deus, cogumelo da vida, fungo brasileiro e cogumelo amêndoa.

Essa é uma planta comestível,com sabor discretamente adocicado e com aroma de amêndoas – e por isso um de seus nomes remete a essa oleaginosa tão saborosa. O cheiro de amêndoas, inclusive, é uma consequência da presença de compostos como o benzaldeído, álcool benzílico e benzoato de metilo, que além do odor são responsáveis por suas características medicinais tão procuradas e valorizadas.

Apesar de ser uma espécie nativa do Brasil, o cogumelo agaricus é um produto muito consumido no Japão e utilizado para tratamento de doenças crônicas.

O cogumelo agaricus, apesar de ser chamado por muitos profissionais da saúde de planta medicinal, é um fungo e, por isso, depende de substâncias orgânicas, nutrientes e outros insumos encontrados na natureza para seu desenvolvimento.

Para que serve esse produto?

De maneira geral, o Cogumelo Agaricus foi estudado por vários centros e universidades de saúde no mundo por conta de sua característica combatente a efeitos de alguns tipos de câncer no organismo humano. Por isso, esse fungo é conhecido por suas características anticancerígenas.

Entretanto, o avanço dos estudos sobre esse composto natural tão importante para a medicina alternativa, provou que o Cogumelo Agaricus tem uma capacidade enorme de desenvolver outros benefícios no organismo humano após o seu consumo. Por isso, hoje ele é um produto ainda mais procurado e valorizado por quem procura viver uma vida com mais qualidade tendo como base a alimentação.

Quais são as suas principais características?

O Cogumelo agaricus é conhecido por duas de suas características nutricionais bastante específicas: a presença de betaglucanas em sua composição e da manifestação específica do gênero agaricus na saúde humana.

As betaglucanas são compostos nutricionais conhecidos por sua capacidade de melhorar o funcionamento do sistema imunológico e, por isso, sempre suas fontes alimentares são utilizadas como uma das alternativas para o tratamento de vários tipos de câncer e outras doenças imunológicas na saúde humana.

Observa-se que esses polissacarídeos encontrados em alimentos específicos são capazes de melhorar o funcionamento das células do sistema imunológico, tornando o sistema defensivo humano mais capaz de combater determinadas condições clínicas que podem afetar sua saúde.

Os Agaricus, por sua vez, são fungos que podem ser encontrados de diversas formas em vários cantos do mundo (e não apenas no Brasil), mas que mantém suas características nutricionais essenciais para a saúde na mesma intensidade e, por isso, sendo sempre um alimento valorizado quando o assunto é tratamento alternativo.

Cogumelo do Sol

Quais são os benefícios do consumo do Cogumelo Agaricus?

O principal efeito oferecido pelo consumo do Cogumelo Agaricus é, sem sombra de dúvidas, a sua capacidade de aumentar o funcionamento do sistema imunológico do organismo humano. Apesar dessa característica sempre ser apontada como benéfica para combater as doenças neoplásicas, ela também pode ser muito útil no tratamento de condições cardiovasculares, hepáticas, metabólicas (como a diabetes), imunológicas e até que atingem o tecido da derme.

Como a ingestão do Agaricus é capaz de fazer com que nosso sistema imunológico produza mais citocinas, eles também podem contar com características antivirais importantes, inibindo a ação e proliferação de vírus patogênicos na nossa saúde. Todas essas ações, entretanto, devem ser acompanhadas de um tratamento médico específico para que possam garantir o efeito desejado para a saúde humana.

De maneira geral, o consumo regular de Cogumelo Agaricus resulta em:

  • Maior capacidade de renovação celular;
  • Controle nos níveis de colesterol e glicose no sangue;
  • Redução da pressão arterial;
  • Prevenção de alguns tipos de câncer;
  • Fortalecimento do sistema imunológico;
  • Redução dos efeitos negativos do tabagismo;
  • Maior sensação de bem-estar e qualidade de vida;
  • Menores riscos de trombose, infarto, derrame, alzheimer, rinite e outras doenças que dependem do funcionamento do sistema imunológico para não se manifestar.

Como consumir o produto?

Assim como qualquer outro alimento com características medicamentosas e nutricionais importantes, o consumo do Cogumelo Agaricus só pode ser realizado após avaliação médica e nutricional. Dessa maneira, o profissional responsável por prescrever o produto é que vai indicar a melhor forma de utilização do mesmo (natural, em cápsulas, pó ou outra versão) e qual o volume indicado para atingir os objetivos necessários para a saúde.

O uso irregular do alimento pode resultar em efeitos colaterais como náuseas, diarreia, reações alérgicas e desconforto gastrointestinal. Por isso, nunca faça o uso do mesmo sem a orientação profissional, mesmo que ele seja um produto 100% natural.

Você já conhecia o Cogumelo Agaricus antes? Conte para a gente sua experiência sobre o assunto!

Categorias
Emagrecimento

Dicas para perder peso rápido e de forma saudável

Perder PesoPerder peso está na meta de muita gente, e o que faz essa meta não sair do papel, ou não ser atingida? O modo em que as pessoas levam as dietas.

Emagrecer não é sinônimo de entrar em uma dieta fixa e rigorosa. Emagrecer é uma mudança de estilo de vida, que precisa começar aos poucos. E claro, sempre colocando a saúde em primeiro lugar.

Se você quer sabe como pode emagrecer de forma rápida e saudável chegou ao artigo certo, pois hoje vamos dar várias dicas que você pode adotar, assim que terminar de ler, e logo os resultados vão aparecer. Confira.

Aumente a sua saciedade

Muitas vezes não conseguimos emagrecer porque sentimos fome toda hora. Manter a sensação de satisfação pode ser um aliado pra você não comer fora das refeições. Alguns alimentos proporcionam uma sensação maior de saciedade, assim a fome vai demorar mais para aparecer. Alguns alimentos que você pode investir para ficar satisfeita por mais tempo são: Frutas, arroz, trigo, centeio, aveia, feijão, lentilha, grão de bico, ervilha, chia e linhaça. Além disso a sensação de saciedade é mantida com o corpo bem hidratado, por isso não se esqueça também de tomar bastante água.

Horários regulares pra comer

Sabemos que a rotina nem sempre nos deixa ter um horário fixo pra comer, para dormir, entre outras atividades. Mas se for possível estabelecer horários em sua rotina para as refeições isso vai ajudar muito na perda de peso. Coloque seu celular para despertar de 3 em 3 horas, respeite a necessidade do seu corpo em comer regularmente entre esses horários. Além disso todas as refeições como, café da manhã, almoço e jantar devem ser feitas mais ou menos no mesmo horário. Seu corpo vai sentir cada vez menos a tal “gula’’ e você vai deixar seu metabolismo funcionando certinho. Experimente, os resultados surpreendem.

Estabeleça metas possíveis

Quando você está em processo de emagrecimento é importante que você coloque uma meta. As metas têm um papel fundamental na manutenção do foco e da motivação. Mas na hora de estabelecer tais metas seja realista, por exemplo, não adianta colocar que quer emagrecer 4 kg por dia, isso dificilmente vai acontecer e você vai sentir – se sempre frustrado. Outra dica é se por exemplo, sua meta for 20 kg no total, você ir comemorando a cada quilo perdido, comemorar as pequenas vitórias motiva muito para que a meta final, que geralmente é mais demorada, seja alcançada com sucesso.

Tenha calma na hora de comer

Outro erro frequente, e que não combina com quem deseja perder peso de forma rápida e saudável, é que comer rápido. Sabemos que as vezes nossa rotina exige aquele almoço rápido, ou que aproveitamos o tempo das refeições para checar o celular ou ver as notícias na TV. Mas tente parar com esses hábitos agora mesmo, tente fazer das principais refeições um momento sem interrupções de celular ou televisão, um momento tranquilo onde você possa mastigar bem o alimento. Fazendo isso, além do seu processo de digestão ser menor, todos os nutrientes dos alimentos vão ser absorvidos de forma correta, além de te manter satisfeito por mais tempo.

Faça uso do Innovelle Lipo: Falta de determinadas proteínas em nosso organismo podem levar ao aumento de peso, pensando nisso as cápsulas da innovelle lipo oferece todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do nosso organismo, para que eles realizem todas as funções necessárias, assim, podendo auxiliar na perda de peso. Você pode tomar duas cápsulas no almoço, e 2 cápsulas no jantar por exemplo, em conjunto com uma alimentação equilibrada os resultados vão ser surpreendentes. E você pode comprar a cápsulas através do link: https://www.natusvita.com.br/innovelle-lipo-anti-gordurinhas
Perder Peso
Faça exercícios: Essa dica é a mais clara possível! Não adianta, quem deseja perder peso de forma rápida e saudável tem que fazer exercícios. Mas se você tem preguiça, ou acha que os resultados demoram para aparecer temos algumas dicas de produtos que podem potencializar seus treinos, e te trazer os resultados esperados com maior rapidez.

É o caso dos termogênicos que transformam em energia as calorias vindas da gordura corporal e da alimentação, além de auxiliar na perda de peso vai aumentar sua energia para os treinos.

Há diversos termogênicos no mercado, de marcas próprias que tem uma excelente qualidade, como o caso do Cafeína que pode ser comprado pelo link: https://www.natusvita.com.br/cafeina-capsulas

Ou sites que vendem uma variedade de termogênicos, de diversas marcas, que você pode escolher qual seu preferido pelo link: https://www.natusvita.com.br/termogenico

Além disso para suplementar seus treinos você pode utilizar o Whey Protein, que pode ser adquirido através do link: https://www.natusvita.com.br/whey-protein

E se você gostou do nosso artigo de hoje continue em nossa página e confira muito mais.

Categorias
Emagrecimento

Dicas para emagrecer: Não sabe por onde começar?

Muitas vezes tomamos a decisão de emagrecer, mas nem sabemos por onde começar. Isso é completamente normal, o emagrecimento é a recompensa de um novo estilo de vida, com novos hábitos, e felizmente isso pode ser feito de maneira fácil e gradual, depende da sua disponibilidade para começar.

Também há diversos produtos que podem auxiliar no emagrecimento.

Confira no artigo de hoje dicas para emagrecer.

Sem dietas radicais: Um erro muito comum que as pessoas cometem ao tentar emagrecer é fazer uma dieta muito restrita. Cortando todos os alimentos que estava habituada a consumir, e inserindo diversas coisas novas e supostamente saudáveis em seu cardápio.

Isso é um erro porque dificilmente uma pessoa que está habituada a comer de tudo vai conseguir de uma hora pra outra focar e só consumir certos alimentos, isso geralmente acontece por 2 ou 3 dias, depois você já sabe o resultado, né?

A pessoa acaba perdendo o controle na comida, e ficando muito desmotivada achando que não consegue levar uma dieta a sério. Para que isso não aconteça com você é importante que você comece aos poucos, por exemplo, se você come chocolate todos os dias comece comendo três vezes na semana, quando comer três vezes na semana reduz para uma, quando chegar em uma vez na semana reduz a quantidade. Entendeu a lógica? Você pode comer de tudo, mas não sempre, e nem em grandes quantidades. Mas para entender isso seu organismo e principalmente o seu cérebro precisar dar pequenos passos.

Beba muita água: Se você está entrando em processo de emagrecimento essa dica é fundamental, por mais óbvia que pareça muitas pessoas não bebem a quantidade certa de água diariamente. A água ajuda melhorar aquela sensação de fome constante, sabe? Ajudando assim a manter a saciedade, além disso beber a quantidade certa de água faz com que o nosso corpo desinche, eliminando alguns quilinhos logo de cara!

Por isso beba no mínimo 2 litros de água por dia. Leve uma garrafinha com você onde quer que for, e faça lembretes em post – it ou baixe aplicativos de celular pra te lembrar de beber água constantemente.

Não use o final de semana como desculpa: Para quem deseja emagrecer não adianta fazer refeições equilibradas de segunda a sexta feira, e chegar no final de semana comer a ponto de recuperar todas as calorias perdidas. O final de semana deve ser um dia normal na sua alimentação, por isso se bateu vontade de um chocolate na segunda feira, coma! Não deixe isso acumular e ser descontado lá no final de semana, além do mais quando chegar segunda feira e você ver o quanto engordou vai desanimar e tem grandes chances de desistir de vez da dieta! Evite perder o foco!

Use cápsulas emagrecedoras: Com uma dieta equilibrada (não radical) e exercícios físicos regulares você pode fazer uso de cápsulas para auxiliar a diminuição das suas medidas. Claro que o produto tem que ser confiável como é o caso do Innovelle Lipo Formule que garante proteínas para ajudar o se organismo! Você pode usar até 4 cápsulas por dia, elas podem ser adquiridas através do link: https://www.natusvita.com.br/innovelle-lipo-anti-gordurinhas

Fazer exercícios: Não adianta, se você quer começar um processo de emagrecimento não deve deixar de fazer exercícios físicos, além de fazer bem pra saúde, os resultados vão vir de forma mais rápida e consistente! Além disso se você treinar da forma correta pode utilizar produtos que vão te ajudar no processo de emagrecimento, como os suplementos e os termogênicos.

Os termogênicos transformam em energia as calorias provenientes da gordura corporal e da nossa alimentação. Com isso nos auxilia na perda de peso, na sensação de saciedade, além de aumentar nossa energia e disposição durante os treinos.

Atualmente há diversas opções de termogênicos no mercado, e você pode escolher melhor o que mais te agrada através dos links: https://www.natusvita.com.br/termogenico e https://www.natusvita.com.br/cafeina-capsulas

Já os suplementos vão te auxiliar na constituição de massa muscular. Um suplemento de forte saída no mercado é o Whey Protein que pode ser comprado através do link:

https://www.natusvita.com.br/whey-protein

Agora que você sabe as melhores dicas para começar um processo de emagrecimento, e quais melhores produtos pra isso não deixe de compartilhar nosso artigo e continuar em nossa página para ler muito mais!

Categorias
Beleza

Deixe sua pele 10 anos mais jovem com colágeno

ColágenoQuem não almeja uma pele bonita, sedosa, e jovem?

A idade chega para todos, não tem jeito! E isso é um privilégio, sem dúvidas! Mas algo que passa muito na cabeça de quem está envelhecendo são os aspectos estéticos, isso porque sabemos que sentir – se bem faz parte da nossa autoestima!

As pessoas, em sua grande maioria mulheres, se preocupam com as famosas rugas, marcas de expressão, ou pé de galinhas como são popularmente chamados!

Essa preocupação é normal e faz parte da vida, se isso ainda não passa pela sua cabeça, uma hora vai passar!

Mas a boa notícia são os produtos ricos em colágeno que atualmente ganham cada vez mais espaço no mercado, eles podem ser tomados desde cedo para prevenção, ou você pode começar agora depois de certa idade, que os resultados também vão aparecer! Ficou curioso e quer saber mais sobre esses produtos, e sobre a importância do colágeno para a pele?

Então continue em nosso artigo!

Colágeno:

O colágeno é uma proteína que é produzida pelo nosso corpo, ela tem como função auxiliar na firmeza e na elasticidade da pele! Além disso auxilia nos músculos, tecidos, tendões, articulações, entre outras coisas!

Acontece que quando chegamos mais ou menos aos 30 anos o nosso corpo produz menos colágeno, e a partir dessa idade a quantidade produzida é diminuída em 1% a cada ano que passa!

Por esse motivo com o passar dos anos podemos sentir nossa pele mais flácida, pode acontecer o surgimento de rugas e o aspecto envelhecido!

E tem algo que eu possa fazer para repor colágeno no meu corpo?

Essa é a boa notícia, tem sim! Muitas pessoas já se desesperam quando ficam sabendo sobre a informação que o colágeno diminui, mas calma, você pode obter colágeno de duas formas.

A primeira é a partir da sua alimentação, para aumentar colágeno você deve consumir:

  • Carne vermelha;
  • Gelatina;
  • Carne branca;
  • Geleia de Mocotó;
  • Ovos;
  • Frutas Cítricas;
  • Frutas vermelhas;
  • Castanha;
  • Nozes;
  • Amêndoas;
  • Aveia;
  • Tomate;
  • Pimenta;
  • Beterraba;
  • Espinafre;
  • Brócolis;
  • Couve;
  • Cenoura;
  • Batata doce;
  • Soja;
  • Chá branco;
  • Alho.

Todos esses alimentos vão te ajudar a manter o colágeno no corpo! Mas só eles não são o suficiente, é preciso que você faça uso desses alimentos, de preferência todos os dias, mas o uso de um suplemento de colágeno hidrolisado é de extrema necessidade também!

Suplementos de colágeno: Os suplementos de colágeno podem ser usados diariamente, em forma de cápsula ou de pó! E deve ser sempre associado a alguma vitamina C, (exceto se já conter vitamina C em sua fórmula).

Colágeno

Quem devem usar o suplemento de colágeno?

Todas as pessoas maiores de 30 anos podem começar a tomar o suplemento. Ou antes, se a pessoa for fumante e estar sempre bem exposta ao sol!

Além disso há alguns sinais que você deve fazer o uso do suplemento, confira alguns desses sinais:

  • Aumento da flacidez da pele;
  • Perda da elasticidade da pele;
  • Surgimento de rugas e outras linhas de expressão;
  • Pele fina;
  • Pele desidratada;
  • Surgimento de estrias.

 Onde eu posso comprar suplemento de colágeno?

Se você entendeu a real necessidade do colágeno para o nosso corpo, especialmente para a nossa pele, com certeza deve estar se perguntando onde pode comprar o produto! A boa notícia é que o produto pode ser comprado online, através do link: https://www.natusvita.com.br/colageno-hidrolisado-capsulas-verisol

Entendendo mais o produto:

O colágeno verisol da marca Natusvita contém peptídeos bioativos, que ajudam a retardar os sinais de envelhecimento, suavizando as rugas, e deixando a pele com maior elasticidade, e mais firma. Além disso, por conta das partículas de bio peptídeos as moléculas são quebradas em proteínas tão pequenas que você nem vai precisar se preocupar com a digestão, já que vai direto pra sua corrente sanguínea. Os resultados você vai começar a ver logo nas primeiras 4 semanas!

Colágeno

Além disso, lembra que falamos que qualquer suplemento de colágeno tem que ser tomado juntamente com vitamina C? Aqui você não precisa, pois a fórmula já traz consigo vitamina C, bacana é?

Tá esperando o que para comprar?

Conte pra gente nos comentários o que achou da compra, e continue em nosso site para conferir outros artigos.

Categorias
Bem estar Suplementos

Já ouviu falar em Coenzima Q10? Descubra aqui, mais sobre esse nutriente

Alimentos que possuem Coenzima Q10Muitos compostos são essenciais para manter nossa saúde em dia e o corpo funcionando. A grande maioria deles pode ser encontrada em alimentos, entretanto, existem opções que são desenvolvidas pela indústria farmacêutica de forma isolada, para garantir sua ingestão completa e melhor ação na saúde do indivíduo.

Um desses compostos é a Coenzima Q10, que tem sido cada vez mais utilizada por especialistas em alimentação e qualidade de vida. Se você ainda não conhece esse produto, nesse artigo lhe contaremos tudo sobre o que ela tem para lhe oferecer. Confira!

O que é a Coenzima Q10?

Coenzima Q10 é o nome de uma vitamina que, cientificamente, é chamada de Ubiquinona. Ao contrário do que você inicialmente poderia imaginar, a Coenzima Q10 não é uma enzima propriamente dita. Apesar de ser produzida de maneira endógena pelo organismo, ela também pode ser obtida através da alimentação.

Todas as células do corpo humano (porém mais concentrada em células cerebrais, do coração, rins e fígado) contam com boas concentrações de Coenzima Q10, visto que tem atuação importante na produção de energia metabólica para o organismo. Ela atua na reconstrução de tecidos celulares e nas ações antioxidantes, que protegem a saúde das células corporais.

Para que serve a Coenzima Q10?

A Coenzima Q10, como afirmamos acima, tem grande papel na produção de energia metabólica para as células, atuar na renovação das estruturas celulares e de agir como um antioxidante natural. Essa característica antioxidante é considerada por muitos a sua principal, visto que atua como proteção contra os radicais livres que atuam nas células, potencializando – dentre várias outras coisas – o efeito antienvelhecimento precoce de suas estruturas.

Além disso, a Coenzima Q10 atua aumentando a eficiência da oxigenação das células, protegendo de ações de bactérias (função antimicrobiana), garantindo o funcionamento cardiovascular e garantindo a recuperação muscular.

A deficiência de produção da Coenzima Q10 (que pode ser causada por uma ausência da produção da mesma ou por uma deficiência de ingestão) é um quadro clínico relativamente comum em indivíduos. Ela pode causar sintomas como a sensação constante de cansaço, fadiga muscular, confusão mental, convulsões, paralisia dos músculos oculares e sensação de mal estar. Esses são quadros mais comuns em indivíduos com avanço da idade, entretanto, pode ser diagnosticado também em indivíduos mais jovens.

Como a reposição de Coenzima Q10 via alimentação não é suficiente para suprir um possível quadro de queda de produção dessa vitamina no corpo, é natural que a suplementação desse composto seja sugerida por profissionais da saúde que identificam essa deficiência no paciente.

Peixe

Onde encontrar a Coenzima Q10?

A Coenzima Q10, como afirmamos anteriormente, é um nutriente produzido de maneira endógena pelo organismo humano. Por isso, você pode encontrá-la nas células de qualquer pessoa.

Além disso, a Coenzima Q10 pode ser encontrada em vários outros alimentos, como as carnes, ovos, peixes, oleaginosas (como as nozes, castanhas, amêndoas), nas leguminosas (soja, feijão, ervilha, grão de bico), nos cereais integrais e nos vegetais de coloração verde escura.

Como a concentração da vitamina é pequena na porção de alimentos que consumimos, a mesma pode ser encontrada atualmente na forma de cápsulas isoladas.

Quais são os benefícios da Coenzima Q10?

Existem muitos benefícios relacionados com a suplementação de Coenzima Q10 em indivíduos com baixa produção ou ingestão dessa vitamina no dia a dia. O principal deles, como você deve imaginar, é a sua ação antioxidante, que garante a capacidade do organismo em combater os radicais livres e minimizar os quadros de lesão celular e envelhecimento precoce das estruturas corporais.

Além disso, a ação antioxidante garante maior fortalecimento dos tecidos cutâneos, deixando pele, cabelos e unhas mais fortes, brilhantes e com aspecto jovem.

A Coenzima Q10 pode também:

  • Atuar no tratamento de doenças degenerativas como o Parkinson, o Alzheimer e a Fibromialgia;
  • Auxiliar no controle de doenças cardiovasculares;
  • Melhorar a recuperação muscular em praticantes de atividades físicas e, consequentemente, aumentar a performance durante a prática;
  • Maior controle do colesterol sanguíneo, evitando que ele se deposite na parede das artérias;
  • Grande efeito anti-inflamatório, protegendo células e tecidos dessa ação que pode diminuir o funcionamento da musculatura;
  • Melhora da resposta imunológica, protegendo o organismo contra infecções e doenças oportunistas.

Quais são as indicações de uso dessa vitamina?

A indicação do uso da Coenzima Q10 pode ser feita em diversos quadros. Ela pode ser usada para tratamentos cardiovasculares, doenças neurodegenerativas, recuperação de atletas e praticantes de atividades físicas, para melhorar a qualidade da pele e cabelos ou apenas para aumentar o nível da mesma encontrada no corpo, para evitar sua deficiência.

Apenas indivíduos com hipersensibilidade a esse composto é que não têm indicação clínica para fazer seu uso. Entretanto, para todos os outros indivíduos é preciso contar com prescrição médica ou nutricional para fazer o uso correto da mesma.

O uso irregular da vitamina pode causar quadros de dores abdominais, hipoglicemia e mal estar.

Como consumir a Coenzima Q10?

Você pode consumir a Coenzima Q10 via alimentação (aumentando a ingestão dos produtos que citamos acima), como também garantir sua ingestão via cápsulas com isolados do produto. Converse com seu médico ou nutricionista para garantir qual a melhor indicação para frequência e momento de uso, usufruindo do melhor que ela tem para lhe oferecer.

Você conhecia a Coenzima Q10? Já fez uso da mesma para algum tratamento? Conte para a gente!

Categorias
Bem estar Saúde em Foco Suplementos

Fitoesterois. O que é? Para que serve? Benefícios

Você sabe o que é um alimento funcional? Esse termo é utilizado para classificar os alimentos que apresentam características nutricionais capazes de beneficiar a saúde humana após sua ingestão. Existe uma grande lista de alimentos funcionais, que têm seu consumo incentivado por profissionais da saúde por pessoas saudáveis e também as que precisam de melhorar os hábitos de vida.

Na lista desses alimentos, também encontram-se nutrientes que são considerados funcionais. Um deles é o fitoesterol. Você sabe o que é isso? Descubra um pouco mais sobre os fitoesteróis e seus benefícios para a saúde nesse artigo!

O que são os Fitoesteróis?

Fitoesteróis são um tipo de molécula encontrada em diversos tipos de alimentos de origem vegetal. O nome “fito” quer dizer planta, enquanto “esterol” é o termo usado para um tipo específico de molécula que tem estrutura parecida com a do colesterol e, por isso, tem absorção e compreensão pelo organismo da mesma maneira.

O Fitoesterol entrou para a lista de alimentos funcionais por conta de sua capacidade em ser absorvido pelo organismo ao invés das moléculas de colesterol, reduzindo os níveis dessa gordura no sangue e auxiliando no tratamento de doenças cardiovasculares.

Oleaginosas

Para que ele serve?

O fitoesterol é um composto natural encontrado em óleos de alimentos vegetais. Ele faz parte da estrutura desses óleos e conta com várias funções específicas nesse cenário. Na alimentação humana, os fitoesterois contam com uma outra importante função para a saúde: a de substituir e diminuir a absorção de gorduras como o colesterol pelo organismo, atuando de maneira positiva no funcionamento do sistema cardiovascular.

Por isso, podemos afirmar que os fitoesteróis servem para ajudar a reduzir os níveis plasmáticos de LDL-colesterol e de colesterol total no sangue, protegendo a saúde do coração e do sistema circulatório do indivíduo que consome esse produto.

Quais os benefícios dos Fitoesteróis?

Se os fitoesteróis contam com a possibilidade de fazer com que as moléculas de colesterol sejam menos absorvidas pelo organismo humano, essa pode ser apontada como o seu principal benefício para a saúde humana.

De maneira simples, é fácil entender como esse controle da absorção do colesterol acontece: quanto mais fitoesterois você tiver circulante no sangue, mais próximo seu organismo chega de sua capacidade máxima de absorção de esteróis (grupo que inclui as moléculas de colesterol). Com menos espaço para o colesterol, os níveis desse composto no sangue e nas artérias cardíacas também vai diminuir.

Por isso, indivíduos que tem o hábito de consumir mais alimentos de origem vegetal podem apresentar níveis mais baixos de colesterol no sangue, visto que contam com uma alta ingestão de fitoesteróis que influencia na absorção da molécula de gordura que é prejudicial para a saúde.

Alguns estudos científicos mostram também que os fitoesteróis atuam na inibição da reabsorção do colesterol, garantindo uma proteção ainda maior para a saúde.

Cereais

Onde posso encontrar os fitoesteróis?

Os fitoesteróis são encontrados na grande maioria dos alimentos de origem vegetal: cereais, legumes e verduras. Como eles são moléculas naturais dos óleos encontrados nesses produtos, todos podem ser considerados fonte desse importante composto funcional. Alguns bons exemplos de alimentos com a maior concentração de fitoesteróis são:

  • Gergelim;
  • Milho;
  • Sementes (girassol, linhaça, abóbora);
  • Azeite;
  • Oleaginosas (amendoim, nozes, castanhas, amêndoa, avelã);
  • Leguminosas (soja, ervilha, feijão, grão de bico);
  • Cereais (arroz integral, trigo, aveia).

Indivíduos que mantém uma alimentação com alta ingestão de produtos naturais e vegetais podem já contar com o benefício desses compostos em sua saúde, entretanto, é possível potencializar a ação os fitoesterois no organismo humano com a ingestão de formas isoladas dessa molécula. Para isso, existe a possibilidade de consumir fitoesteróis em cápsulas, que atua como um suplemento alimentar na sua dieta diária.

Acredita-se que como a biodisponibilidade dos fitoesteróis nos alimentos não é tão alta, que as cápsulas podem ajudar a potencializar a ação benéfica desses compostos na saúde humana.

Como tomar e quem pode consumir fitoesterois?

Para fazer o uso correto de fitoesteróis para beneficiar a sua saúde, é importante contar com a orientação de um profissional da saúde especializado em alimentação, como um nutrólogo ou um nutricionista. Como esses profissionais vão fazer um estudo completo de como sua saúde se relaciona com sua alimentação, eles serão capazes de indicar o volume de fitoesteróis que é necessário para equilibrar a qualidade do funcionamento do seu sistema cardiovascular.

É importante lembrar também que o fitoesterol pode ser contraindicado para alguns indivíduos, como aqueles que tem hipersensibilidade a qualquer um dos componentes encontrados nas cápsulas, crianças abaixo de cinco anos, lactentes e gestantes. Pacientes que fazem uso de medicamentos para controle do colesterol devem procurar um médico para fazer uso seguro e combinado dos dois produtos.

É importante lembrar que o fitoesterol não deve ser utilizado junto com a Quitosana, visto que ela inibe a atuação do composto funcional.

Você conhecia os fitoesteróis? Tire suas dúvidas sobre esse assunto com a gente!

Categorias
Bem estar Suplementos

Espirulina – O que é? Para que serve? Benefícios

EspirulinaQuando pensamos em alimentação saudável, sempre nos vem a cabeça produtos como vegetais, frutas, legumes e outros de origem vegetal, não é mesmo? Mas a gama de produtos naturais tem se estendido a outras variedades menos tradicionais, como é o caso das algas marinhas.
Você provavelmente já conhece algumas algas comestíveis, como aquelas que costumam usar nos pratos orientais, mas existe uma que é poderosa e pode fazer muita diferença para a sua saúde: a Espirulina.
Que tal conhecer mais sobre ela?

O que é a Espirulina?

A espirulina é muito chamada por especialistas em saúde como um tipo de alga mas, apesar de ser encontrada na água e se comportar muito como uma planta, ela não é um vegetal. Elas são um tipo de organismo chamado de procariontes que vive águas minerais e de temperatura morna, muito consumida desde os primórdios do século XX.
Ela pode ser encontrada hoje em sua forma crua como também em comprimido ou pó, como um poderoso suplemento alimentar de fonte proteica.

Quais são as características nutricionais da Espirulina?

A característica nutricional mais famosa e mais valorizada da Espirulina é a sua grande concentração de proteínas. Estima-se que a Espirulina conte com 60 a 70% de toda a sua composição formada por proteínas, um valor que impressiona, se pensarmos que a carne (que é a principal fonte proteica da alimentação humana) conta com apenas 30% da mesma em sua estrutura.
Além do valor proteico elevadíssimo, a espirulina conta com outras características nutricionais relevantes como a presença de vitaminas do tipo A, complexo B, E e D, minerais como o fósforo, cálcio, cobre, selênio e zinco, ácidos graxos essenciais e antioxidantes.

Para que serve a Espirulina?

No início do século XX a espirulina contava apenas com um uso industrial, não muito relevante do ponto de vista de consumo em larga escala. Apesar disso, muitas populações já faziam uso desse alimento para complementar sua dieta diária.
Hoje, a espirulina atua como um importante suplemento alimentar proteico, muito valorizado especialmente por quem não pode – ou não deseja – fazer uso de outros compostos que aumentam a ingestão desse nutriente (como os isolados de soja ou leite). Ela também é uma opção para aumentar a ingestão de vitaminas e minerais específicos, além de atuar como uma opção de antioxidante para a saúde humana.

Quais são os benefícios de consumir a Espirulina?

Adicionar a espirulina na sua dieta diária pode lhe garantir muitos benefícios:

Maior ingestão de proteína diária

Aumentar o consumo proteico pode ser ótimo para auxiliar no ganho de massa magra, melhorar o funcionamento do corpo e ativar a renovação celular.

Proteção contra a ação de radicais livres

Por ser uma boa fonte de antioxidantes naturais, a espirulina pode ser uma boa alternativa para ajudar a combater a ação de radicais livres no organismo, protegendo contra doenças como a aterosclerose, o envelhecimento de tecidos e órgãos e, é claro, vários tipos de câncer.
Espirulina

Tratamento da anemia

Por ser uma ótima fonte de ferro, a espirulina também é indicada por especialistas para o tratamento de quadros de anemia, quando há baixa ingestão desse mineral por parte do indivíduo.

Melhorar o funcionamento do sistema imunológico

O grande valor nutricional da espirulina conta de maneira positiva para a saúde do nosso sistema imunológico, que se torna mais fortificado e atuante após a ingestão desse composto.

Melhor funcionamento do intestino

A espirulina pode atuar como um bom probiótico para a saúde do sistema intestinal. Dessa maneira, ela influencia positivamente na saúde do órgão, melhorando o seu funcionamento e evitando quadros de constipação ou diarreia indesejados.

Manutenção da saúde do sistema nervoso central

A espirulina é rica em um composto chamado de acetilcolina. Esse é um importante neurotransmissor do nosso sistema nervoso central, que ajuda a colocá-lo em equilíbrio e em bom funcionamento.

Outras importantes funções na manutenção da saúde

Tomar espirulina todos os dias pode garantir também:

  • Possibilidade de evitar quadros de osteoporose;
  • Maior qualidade do sono;
  • Redução do mau hálito;
  • Cicatrização mais rápida e eficiente;
  • Controle do colesterol e triglicérides no sangue;
  • Controle da pressão arterial;
  • Maior qualidade da pele, unhas e cabelos.

Como fazer o uso da espirulina?

O uso da espirulina é tradicionalmente feito com sua versão em pó ou em cápsulas. A porção diária, entretanto, é uma questão que varia de acordo com a orientação do profissional de saúde que lhe indicar o uso desse composto. Como a necessidade nutricional de cada pessoa é individual, apenas com uma orientação direcionada é possível saber exatamente o volume desse alimento que é indicado para você consumir por dia.

Você conhecia a espirulina? Já fez uso desse produto antes? Conte para a gente um pouco mais sobre suas experiências ou suas dúvidas sobre o tema!

Categorias
Suplementos

Guaraná – O que é? Benefícios

Guaraná
Termogênicos naturais são alternativas cada vez mais valorizadas por profissionais da área da saúde para indicar para seus pacientes que precisam contar com os benefícios desses produtos.
Dentre os vários tipos de termogênicos naturais que você pode encontrar no mercado, o Guaraná se destaca por muitas de suas características. Que tal conhecer um pouco mais sobre ele?

O que é o Guaraná?

Guaraná (ou Paullinia cupana) é um fruto nativo da região da Amazônia, muito valorizado no Brasil, Venezuela e Guianas, que dá origem a um extrato ou pó utilizado em várias receitas que conhecemos.
Muito provavelmente, você conhece o guaraná por conta do refrigerante brasileiro que faz tanto sucesso no mundo, mas ele também é muito consumido na forma de pó ou cápsulas para aproveitar seus efeitos positivos no corpo e no cérebro, atuando como um estimulante natural. O motivo dessa capacidade de estimular? A concentração de cafeína nessa frutinha tão simpática chega a ser quatro vezes maior do que a encontrada no café e com duração maior – chegando a quase seis horas.

Quais são as propriedades do Guaraná e como ele age no corpo?

O Guaraná é um fruto que tem como principal característica sua alta concentração de cafeína. Entretanto, ele conta com outras características nutricionais importantes, como a presença de flavonóides em sua estrutura, amido, ferro, fósforo, cálcio, vitamina A, vitaminas do complexo B e também boa concentração de fibras alimentares.
De maneira geral, o Guaraná atua no corpo aumentando a liberação de dois hormônios estimulantes no sangue: a adrenalina e a dopamina. Dessa maneira, o indivíduo se sente mais desperto, motivado e com mais energia para as atividades do dia a dia.

Para que serve o Guaraná?

O principal uso do Guaraná, como você bem sabe, é com finalidade culinária. Isso significa que você vai ver o xarope e o pó de guaraná sendo usado em bebidas, vitaminas e receitas de doces, por conta de seu sabor característico e muito apreciado.
Entretanto, o Guaraná tem se tornado o composto favorito para o desenvolvimento de medicações e suplementos termogênicos por conta de suas características nutricionais. Por isso, você vai encontrá-lo na forma de cápsulas para “tirar o sono e aumentar a concentração” ou também para ajudar a aumentar o metabolismo corporal e estimular a perda de peso de maneira saudável.

Quais são os benefícios do guaraná?

Consumir guaraná (a fruta e não o refrigerante) pode trazer vários benefícios para a saúde, como você já deve ter ouvido falar, não é mesmo? Que tal conhecer algumas dessas vantagens de adicionar esse alimento na sua rotina?

Antioxidante natural

Por conta de sua boa concentração de vitamina C e resveratrol, o guaraná é considerado um alimento com poder antioxidante muito importante. Ele ajuda a manter a saúde das células e tecidos, além de evitar problemas cardiovasculares e de colesterol.

Controle do peso corporal

O guaraná é um termogênico natural e, como você sabe, essa característica é muito importante para ajudar o seu corpo a se manter em forma. Como os termogênicos aumentam a produção de energia corporal, é natural que tenham como consequência à longo prazo a perda de peso.
Guaraná

Melhor desempenho nas atividades físicas

A cafeína é um estimulante natural do corpo humano e, por isso, o guaraná é muito usado por atletas como um termogênico para o período de pré-treino, aumentando a disposição e o desempenho no exercício.

Tratamento de dor de cabeça

A cafeína é um dos compostos utilizados para tratamento de enxaqueca e dor de cabeça, visto que ela ajuda na vasoconstrição dos tecidos do cérebro – que é apontada como uma das causas das dores.

Melhora do raciocínio, concentração e memória

Dois compostos bioativos encontrados no guaraná (teobromina e teofilina), além da cafeína, podem estimular positivamente o raciocínio, concentração e memória, estimulando partes específicas do cérebro. Acredita-se também que esses benefícios podem favorecer o tratamento de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer.

Controle da glicemia no sangue

A presença de um composto chamado pectina, que é uma das fibras alimentares encontradas no pó de guaraná, pode interferir na rápida absorção da glicose pelo organismo, reduzindo sua concentração no sangue. Sendo assim, os níveis de insulina também se mantém mais baixos e o organismo mais saudável.

Ajuda no tratamento de doenças respiratórias

A teobromina encontrada no guaraná conta com um efeito bronco protetor, que dilata vasos sanguíneos e melhora o relaxamento dos pulmões, ajudando a tratar doenças respiratórias como a asma e a bronquite.

Como consumir o guaraná?

O guaraná pode ser consumido na forma de pó, cápsula, xarope ou suco. Em qualquer uma dessas maneiras, a quantidade consumida por dia deve ser prescrita por um nutricionista ou médico, que vai compreender qual a necessidade individual de cada paciente.
Vale lembrar que o consumo em excesso do guaraná pode levar aos sintomas de excesso de cafeína, como ansiedade, irritabilidade, palpitações, gastrite e tremores.
Guaraná em cápsulas
Você já consumiu guaraná antes? Tem dúvidas sobre o assunto? Entre em contato com a gente para saber mais!

Categorias
Bem estar Suplementos

Raspberry – O que é? Benefícios

RaspberryOs super alimentos são aqueles considerados poderosos para a saúde humana após a sua ingestão. São capazes de aumentar o metabolismo, ou combater alguma doença ou até mesmo melhorar a absorção de um determinado nutriente considerado essencial para o organismo.

Na lista de super alimentos, um nome estrangeiro, não muito popular entre os brasileiros, ganha destaque: o Raspberry. Você sabe o que é esse alimento e quais são as suas características que beneficiam a saúde? Contamos tudo sobre ele nesse artigo!

O que é a Raspberry?

Raspberry, para quem não sabe, é o nome em inglês dado para uma fruta que não é tão comumente encontrada no Brasil, mas que é querida por muitas pessoas: a Framboesa.

De origem nos países do norte do mundo – e por isso mais conhecida com seu nome em inglês – a framboesa é a segunda mais famosa fruta do grupo das “berries”, ficando atrás apenas do morango na lista das mais populares.

Quem já provou uma framboesa fresca sabe que ela tem o sabor doce, porém com um toque levemente azedo e uma textura aveludada, que é sua principal característica. Lembra muito uma amora de cor mais avermelhada, porém maior e mais suculenta.

Para que serve a Raspberry?

A Raspberry, assim como as outras frutas, tem como sua principal utilização a alimentação. Naturalmente ela é procurada para compor receitas de doces, geleias, compotas, caldas ou simplesmente para ser consumida pura, em sua forma fresca.

Além disso, a Raspberry também é uma fruta que pode ser encontrada desidratada – e por isso utilizada de maneiras ainda mais versáteis em receitas – e na forma de cápsulas que concentra suas características nutricionais valiosas para serem consumidas em maior volume por um indivíduo.

Quais são as características da Raspberry?

A Raspberry é uma fruta de características muito específicas. No paladar, como afirmamos anteriormente, é doce e azeda ao mesmo tempo, além de ter um aroma frutado muito interessante e sedutor.

Além das características físicas, a Raspberry tem características nutricionais que a elevam ao patamar de superalimento, ao lado de todas as outras “berries”. Ela conta com uma elevada concentração de antioxidantes naturais, de fibras alimentares (assim como as outras frutas, mas chegando a quase 20% do valor do seu peso) e carboidratos de absorção lenta.

No aspecto de micronutrientes, a framboesa conta com vitaminas A, C, complexo B, potássio, cálcio, magnésio, cobre, ferro e manganês em sua composição. Vale lembrar que essa frutinha também conta com boa concentração de proteínas de origem vegetal em sua estrutura.

Quais são os benefícios da Raspberry?

Por que você deve colocar a Raspberry na sua rotina? A resposta para essa pergunta pode ser muito simples a partir do momento que você conhece os benefícios que a fruta pode oferecer para a sua saúde. Que tal conferir alguns deles?

Proteção da ação de radicais livres

A Raspberry é um alimento rico em antioxidantes naturais, presentes em toda a sua estrutura e, por isso, conta com essa como uma de suas principais características benéficas para a saúde. Os antioxidantes evitam que radicais livres atinjam a saúde das células e tecidos corporais, além de ajudar a combater doenças crônicas degenerativas, o colesterol alto e alguns tipos de câncer.

Controle do fluxo sanguíneo

Muitos profissionais da saúde recomendam o uso da Raspberry como auxílio do controle do fluxo sanguíneo no corpo. Por isso é que pode influenciar no controle do fluxo menstrual feminino, como também ajudar a combater quadros de hemorragia gestacional em grávidas.

Raspberry

Melhora da qualidade do cabelo e da pele

Os antioxidantes presentes na Raspberry permitem melhora significativa da qualidade dos tecidos da pele e do cabelo. A presença desse alimento na dieta pode influenciar na menor formação de rugas e na maior elasticidade e saúde da pele.

Os cabelos, por sua vez, ficam menos quebradiços e mais brilhantes quando esse alimento é consumido regularmente.

Mais força para o seu sistema imunológico

A presença de vitamina C nas framboesas pode fazer a diferença para o fortalecimento do seu sistema imunológico. Como esse sistema do nosso corpo depende da presença dessa vitamina para combater infecções e inflamações, a maior ingestão da fruta pode ser benéfica nesse aspecto.

Controle de peso

Você sabia que a framboesa também pode ser considerada um alimento que é capaz de acelerar o metabolismo? A sua importante concentração de fibras alimentares pode influenciar no aumento da sensação de saciedade que, como você sabe, vai lhe fazer ingerir menos calorias ao longo do dia.

Por isso, se a framboesa faz parte de sua rotina, a chance de consumir menos calorias ao longo do dia por conta da maior sensação de saciedade é grande – e isso resulta, no futuro, em perda de peso eficiente e saudável.

Controle da pressão arterial

Fibras alimentares contam com outro importante papel na saúde humana: elas ajudam a regular a pressão arterial, visto que diminuem a absorção de açúcar e gordura, que podem prejudicar o fluxo sanguíneo nas artérias. Além disso, a ação antioxidante dessa fruta também diminui os riscos de acúmulo de plaquetas nas artérias, que também prejudicaria a passagem de sangue.

Ação anti-inflamatória

A framboesa pode ajudar a diminuir a tendência do crescimento de fungos e bactérias no corpo, deixando o corpo menos susceptível a quadros clínicos inflamatórios como a febre, vermelhidão e dores.

Como consumir esse alimento?

A Raspberry pode ser consumida em sua forma natural, formando sucos, geleias, caldas ou apenas sendo adicionada em pratos de diferentes características. Ela também pode ser encontrada na forma de chá, desidratada ou em cápsulas.

Raspberry em cápsulas

Para poder se beneficiar do consumo da mesma é importante conversar com um nutricionista sobre como adicioná-la na sua rotina e garantir todos os benefícios para sua saúde, sem prejudicar a qualidade da sua alimentação.

Você conhecia a Raspberry? Já provou essa frutinha ou fez uso de suas cápsulas? Conte para a gente!