Blog da NatusVita

O que é Palatinose? Para que serve? Saiba como funciona!

Você já ouviu falar da Palatinose? Sabe pra que serve? Como deve ser consumida? Essas e outras perguntas serão respondidas no post de hoje.

O que é Palatinose?

A Palatinose ou Isomaltulose é um tipo de carboidrato considerado complexo que pode ser obtido a partir do açúcar da beterraba, que passa por conversão enzimática a partir da sacarose e é transformado em um carboidrato funcional que é completamente hidrolisado e absorvido no intestino delgado.

A Palatinose libera a glicose no sangue de forma gradual, por isso, tem baixo índice glicêmico (IG 32), por não promover picos de glicose e insulina.

Palatinose - Para que Serve

Gráfico Índice Glicêmico (IG) Palatinose

Para que serve a Palatinose?

Sabemos que a maior dificuldade em manter o ritmo em atividades de prolongada duração está na exaustão. Estratégias que evitem a exaustão ou a fadiga muscular por meio da manutenção de energia são sempre bem vindas. Por isso, a Palatinose tem se tornado um suplemento energético promissor no meio esportivo cativando cada vez mais adeptos.

A Palatinose fornece energia a medida que é liberada na corrente sanguínea, de forma gradual. A liberação lenta de energia, associada ao baixo índice glicêmico, fazem que a Palatinose evite os sintomas de exaustão e, por esse motivo permite que o indivíduo mantenha a performance física e a concentração até o final do exercício.

Garantir energia, rendimento físico e concentração até a finalização do treino, é garantir a longo prazo os melhores resultados com relação à atividade praticada.

Além da função energética, a Palatinose é considerada o único carboidrato funcional que por meio da obtenção de oligômeros de isomaltulose, atua como prebiótico, estimulando a proliferação de bifidobactérias da microbiota intestinal.

Palatinose – Benefícios

  • Carboidrato funcional;
  • 100% vegetal;
  • Baixo índice glicêmico;
  • Sabor adocicado suave;
  • Anticariogênico;
  • Pode ser usado em preparações culinárias;
  • Prolonga a energia por até 2 horas;
  • Retarda a fadiga;
  • Pode ser consumido por quem está de dieta (4kcal/g);
  • Sem conservantes.

Estudos vêm mostrando que alimentos com baixo índice glicêmico auxiliam na redução de peso e gordura corporal, além de prolongarem a saciedade. Por isso, a Palatinose pode ser usada por quem pratica atividade física na busca da melhora da composição corporal. Além disso, a Palatinose aumenta a taxa de metabolização de gordura com o potencial de poupar o glicogênio. Auxiliando na utilização da gordura corporal e de ácidos graxos livres como fontes de energia.

Como Usar Palatinose

A Palatinose é recomendada para ser consumida antes dos treinos, pois proporciona energia de forma gradual sem elevar o índice glicêmico. É ideal para treinos mais longos ou competições: ciclismo, corrida, crossfit, musculação (com alto volume), dentre outros.

Por apresentar sabor levemente adocicado, pode ser diluído na água e consumido antes do início do treino, ou adicionado à shakes, vitaminas, smoothies ou preparações que componham a refeição pré-treino.

Se o seu nutricionista indicar a Palatinose no pós-treino, não se assuste! Esta associada à fonte proteica pode ser uma estratégia de consumo para o pós-treino no intuito de aumentar os estoques de energia gastos no treino, apesar da indicação ser de carboidratos que tenham maior índice glicêmico como a Dextrose, Maltodextrina ou Waxy Maize. Mas, cada pessoa e cada rotina de treinos, uma estratégia, por isso, é importante consultar um profissional nutricionista antes de iniciar uma suplementação.

Comprar Palatinose

Palatinose American Pharm. 1kg.

 

A Palatinose da American Pharm é um suplemento alimentar energético com tecnologia alemã composto por carboidrato de baixo índice glicêmico e liberação prolongada de energia.

Onde comprar Palatinose

Você pode comprar a Palatinose produzida com matéria prima importada no site da NatusVita.com.br, você pode pagar em até 10X sem juros no cartão e o envio é realizado para todo o Brasil.

Você não conhece a NatusVita? Veja mais sobre a empresa neste vídeo aqui!

Responder