Blog da NatusVita

Multivitamínico – Por que usar?

Multivitamínicos são fórmulas muito populares em todo o mundo. Mas, você realmente sabe o que é um multivitamínico, por que usá-lo e, principalmente, quando usá-lo? Nesse artigo lhe explicamos tudo sobre esse tipo de suplemento e como ele pode influenciar de maneira positiva – ou negativa, se usado errado – a sua saúde. Confira!

O que é um multivitamínico?

Antes de começar a conversa sobre multivitamínico, não custa perguntar: você realmente sabe o que é um multivitamínico?

Multivitamínicos – também chamados de polivitamínicos – são um tipo de suplemento alimentar desenvolvidos a partir de um conjunto de vitaminas e minerais concentrados em apenas uma cápsula. É chamado de suplemento alimentar porque, assim como outros suplementos que você já ouviu falar, – whey proteín, maltodextrina e BCAA – ele é um composto que apenas complementa a alimentação de um indivíduo, não sendo o ingrediente principal – e nem mesmo o único – da dieta de uma pessoa.

Por que usar um multivitamínico?

Recomenda-se o uso de multivitamínicos na alimentação quando o indivíduo não é capaz de ingerir todos os compostos nutricionais vitamínicos em sua dieta diária, seja por comportamento alimentar insatisfatório, quanto por conta de uma necessidade nutricional momentaneamente elevada (prática de esportes, doenças, fase de amamentação ou gestação).

Vale lembrar que o uso dos multivitamínicos não é responsável pelo ganho de peso de um indivíduo, visto que vitaminas não tem calorias. O uso irregular desses compostos, entretanto, pode levar a alteração do apetite ou a quadros de retenção hídrica que podem sim ser responsáveis pelo aumento do peso corporal.

Quais são as funções das vitaminas na nossa saúde?

Cada vitamina tem uma função específica e essencial para a nossa saúde e, por isso, a indicação do uso de multivitamínico pode ter vários contextos diferentes. Que tal conhecer algumas das funções dessas vitaminas mais encontradas em multivitamínicos?

Vitamina A

Responsável por atuar na qualidade da visão, da pele, das unhas, dos dentes e dos ossos. Além disso, ajuda a formar fibras de colágeno e regenera células de vários tecidos corporais.

Vitaminas do Complexo B

O complexo B é formado por várias vitaminas que tem múltiplas funções corporais importantes. De maneira geral elas atuam no metabolismo corporal e na velocidade das reações corporais, além de melhorar a saúde das células e qualidade dos tecidos corporais.

Vitamina C

Famosa por atuar em benefício do nosso sistema imunológico e por contar com boa ação antioxidante. Além disso, a vitamina C atua na saúde da nossa gengiva, dos ossos, dentes e ligamentos.

Vitamina E

Famosa por sua ação antioxidante, a vitamina E tem essa característica como sua maior função corporal, ajudando a proteger células, órgãos e tecidos corporais da ação dos radicais livres.

Vitamina D

A vitamina D é uma das principais responsáveis pela saúde dos ossos e dentes, visto que atua diretamente no metabolismo do cálcio nesses tecidos. Pode ser metabolizada internamente após o contato da pele com raios solares, mas pode também ter seu volume insuficiente em indivíduos que moram em países frios ou cidades com pouco espaço para o sol.

Vitamina K

A vitamina K é um tipo de vitamina pouco conhecida, mas muito importante para a nossa saúde. Ela atua na formação das proteínas essenciais para o nosso corpo e, principalmente, atua na coagulação sanguínea.

Vitamina B12

Apesar de ser considerada uma vitamina do complexo B, essa é uma vitamina que merece ser tratada a parte. Ela é responsável por várias ações corporais no nosso sistema nervoso, além de atuar no desenvolvimento corporal, crescimento de estruturas e na síntese de células sanguíneas. Só pode ser adquirida através do consumo de produtos de origem animal ou via suplementação de suas formas isoladas.

Quais são os benefícios dos multivitamínicos para a nossa saúde?

Os multivitamínicos podem oferecer diversos benefícios para a nossa saúde, que tem relação com as funções que esses compostos exercem no nosso corpo. É exatamente por isso que seu uso deve estar relacionado com a deficiência da ingestão de um desses nutrientes, para que seus benefícios possam ser observados no organismo.

Quem usa multivitamínicos para tratar condições nutricionais específicas pode observar:

  • Maior regeneração celular;

  • Maior ação antioxidante e proteção contra radicais livres;

  • Melhora da função cerebral;

  • Melhora da função cardiovascular;

  • Maior qualidade das estruturas ósseas, do cabelo, da pele e das unhas;

  • Maior sensação de bem estar e disposição.

Quando devo usar o polivitamínico?

Os multivitamínicos – ou polivitamínicos – só devem ser utilizados após a orientação de um profissional da saúde, como médico ou nutricionista, que identificou uma deficiência nutricional específica na ingestão de algum desses compostos.

O uso irregular de multivitamínicos, especialmente em indivíduos sem indicação para esse tipo de suplementação,  pode colocar em risco a sua saúde, visto que a sobredose de alguns desses compostos pode ser nociva. Por isso, converse antes com o profissional da saúde sobre a necessidade do uso desses compostos e qual a dosagem ideal que você deve administrar por dia.

Qual o melhor Multivitamínico?

É importante você observar as vitaminas e minerais que o suplemento possui. Você pode ver nos próprios ingredientes que constam no rótulo, além disso é importante você observar a quantidade de cada item no suplemento.

Para ver isto, é simples: verifique na tabela nutricional a porcentagem suprida da vitamina ou mineral ao dia. Exemplo: Vitamina A a indicação é de 600mcg ao dia para uma pessoa adulta.

Uma linha completa é a da marca ENERGION, há um tipo de suplemento para cada objetivo. Confira a linha completa clicando ao lado: multivitamínico.

Você já fez uso de multivitamínicos antes? Observou algum benefício para sua saúde? Compartilhe com a gente um pouco de sua experiência!

6 comentários em Multivitamínico – Por que usar?

  1. maria salomé
    21 de maio de 2018 às 9:05 (4 meses ago)

    Tenho 71 anos, não tenho uma doença ou enfermidade, alimento natural,exercício físico. No entanto tive muito baixa imunidade e peguei gripe e perdi um implante de dente! No entanto, não li em todo o texto NADA que se refere À NÃO ABORÇÃO DE NUTRIENTES NA TERCEIRA IDADE!” Obrigada pela atenção preciosa! Salomé

  2. maria salomé
    21 de maio de 2018 às 9:12 (4 meses ago)

    olá! Estou usando OSS-FOR vitamina K2 MK-7 mas não tem essa composição no ENERGION ORIGINAL. Grata pela atenção! Salomé

  3. maria salomé
    21 de maio de 2018 às 9:14 (4 meses ago)

    Uso também LEUCOGEN e SOUVENAID.
    São muito caros e preciso usar 6 meses!
    O polivitaminico pode me ajudar na ausencia desses?
    Obrigada!
    Salomé

  4. NatusVita
    23 de maio de 2018 às 8:37 (4 meses ago)

    Olá Salomé!
    O ENERGION ORIGINAL possui sim em sua composição a Vitamina K2. Deve estar descrito como “Vitamina K”, porém o tipo que utilizamos é o MK-7.

  5. NatusVita
    23 de maio de 2018 às 8:40 (4 meses ago)

    Olá Salomé!
    A prescrição medicamentosa não deve ser substituída por suplementação. Você deve consultar o seu médico.

  6. NatusVita
    23 de maio de 2018 às 9:31 (4 meses ago)

    Olá Salomé!
    Uma das consequências naturais do envelhecimento é a redução na capacidade de absorção de certos nutrientes pelo corpo. Esse fato pode ser explicado por alguns mecanismos que acompanham o restante do processo de envelhecimento do organismo. Sem contar que a deficiência de certos nutrientes podem afetar a absorção de outros, porque muitos deles trabalham em sinergia. Geralmente nesta fase da vida, as pessoas necessitam de aporte maior de certos nutrientes, pra justamente tentar compensar essa desordem ou, garantir o máximo possível a absorção dos nutrientes essenciais. Uma alimentação mais natural, que seja bem diversificada, aliada à atividades físicas supervisionadas, sempre será a melhor indicação. Você pode procurar um profissional nutricionista para modular a sua alimentação e suplementação.

Responder