Blog da NatusVita

Tudo sobre a Fluoxetina

O uso de medicamentos para emagrecer é uma das práticas cada vez mais tradicionais em consultórios médicos que atendem pacientes que lidam com dificuldades com o peso. Dentre as várias opções de medicamentos disponíveis – inclusive os proibidos anorexígenos – alguns compostos que são utilizados para o tratamento de condições psicológicas e emocionais são opções para favorecer a perda de peso, entre eles a fluoxetina.

A fluoxetina é um exemplar desses medicamentos receitados por profissionais da saúde com foco em redução do apetite. Que tal conhecer um pouco mais sobre ela e como ela funciona?

Fluoxetina O que é?

Fluoxetina: o que é?

A Fluoxetina é um medicamento desenvolvido à base do composto chamado de Cloridrato de Fluoxetina, que é produzido pela indústria farmacêutica com o intuito de atuar como um antidepressivo no organismo humano. Ela também pode ser conhecida por outros nomes como Fluoxetine, Fludac, Eufor 20, Daforin, Vicsel e, o mais famoso deles, Prozac.

Além de tratar doenças como a depressão, a fluoxetina é muito receitada para o tratamento de quadros de ansiedade, TPM, irritabilidade, distúrbios compulsivos e até mesmo bulimia.

A dosagem de fluoxetina encontrada em uma cápsula pode variar bastante entre laboratórios e, por isso, sua prescrição sempre é feita com a recomendação de qual dosagem adquirir.

Vale lembrar que, por ser um antidepressivo, a prescrição de fluoxetina só pode ser realizada com receita médica específica, chamada também de receita azul, utilizada para farmácias identificarem remédios de “tarja preta”.

Como a Fluoxetina atua no organismo?

A fluoxetina atua no organismo com uma ação que inibe a recaptação de um hormônio chamado serotonina, que é responsável pela sensação de prazer e bem estar do organismo.

Apesar dessa atuação, inicialmente, parecer prejudicial para o nosso emocional, na verdade ela favorece muito a sensação de tranquilidade e conforto, visto que ela aumenta os níveis desse hormônio circulante no sangue, melhorando sua atuação.

Diferente de outros medicamentos utilizados para controle do peso, a fluoxetina não atua no centro da fome no nosso cérebro, mas pode ajudar a tratar a ansiedade, que geralmente leva os pacientes a apresentar transtornos compulsivos, especialmente com a alimentação.

Com essas compulsões controladas, é esperado que o paciente naturalmente perca mais peso com o uso do medicamento.

Por que se usa a Fluoxetina para emagrecimento?

Essa questão é facilmente respondida depois de compreender como a fluoxetina atua no organismo humano. Por conta dos maiores níveis de serotonina no sangue, é natural que os pacientes se sintam mais tranquilos, confortáveis e, é claro, com menores transtornos compulsivos, que levariam a um maior apetite e vontade de comer.

A grande questão é que a fluoxetina não foi produzida com o intuito de tratar o excesso de peso e a obesidade em indivíduos e sim controlar fatores emocionais que atingem a saúde do mesmo.

A perda de peso, portanto, seria um efeito colateral do uso do medicamento e, dessa maneira, nem sempre manifestada nos pacientes que fazem o uso dele. Mesmo que essa seja uma consequência muito comum do uso da fluoxetina, é importante lembrar que ela pode não acontecer em qualquer indivíduo.

Fluoxetina tem efeitos colaterais?

Assim como qualquer outro medicamento, o uso de fluoxetina envolve cuidado e um risco relativamente importante de manifestação de efeitos colaterais. Como são compostos químicos utilizados na saúde humana, é natural esperar que algo possa se desenvolver de maneira inesperada quando em contato com o nosso metabolismo.

Para a fluoxetina, o cuidado com os efeitos colaterais deve ser ainda maior, afinal, esse é um medicamento que atua diretamente no sistema nervoso central e é preciso sempre ter atenção quando mexemos nessa parte do organismo humano.

Os efeitos colaterais mais tradicionais da fluoxetina são:

  • Perda ou ganho de apetite;

  • Sono excessivo ou insônia;

  • Dores de cabeça e no corpo;

  • Desconfortos gastrointestinais;

  • Náuseas;

  • Confusão mental;

  • Alterações no paladar;

  • Alterações de humor;

  • Irritações e alergias;

  • Perda de libido;

  • Perda de memória;

  • Manchas na pele.

Fluoxetina Emagrece mesmo?

Existem pessoas que não podem usar a fluoxetina?

Apesar de um medicamento, inicialmente, inofensivo e de fácil uso – mesmo sendo considerado “tarja preta” – muitas pessoas podem não ser indicadas a utilizar esse composto, por conta de seus efeitos colaterais.

É claro que pessoas alérgicas ao princípio ativo do medicamento não devem fazer uso do mesmo. Além delas, gestantes, lactantes, diabéticos, pessoas com distúrbios de pressão ocular, com histórico de convulsão ou fazendo o uso de outros medicamentos que agem no sistema nervoso central devem evitar a fluoxetina.

Vale lembrar também que o medicamento tem recomendação restrita de prescrição: para tratar exclusivamente casos de depressão, ansiedade, bulimia, distúrbios obsessivos, irritabilidade e disfobia. O uso para emagrecimento não é recomendado.

É importante ter em mente o uso da fluoxetina pode limitar as pessoas a realizar determinadas funções, por conta de sua ação no sistema nervoso central: operar máquinas pesadas, dirigir, ingerir álcool e exercer profissões de risco são ações proibidas para quem usa o remédio.

Existem alternativas naturais para esse medicamento?

Para quem está utilizando a fluoxetina com o intuito de emagrecer e controlar o peso corporal, muitas são as alternativas naturais para conseguir os mesmos efeitos no apetite e na redução de medidas corporais.

Alimentos e produtos naturais com alto teor de fibras alimentares, assim como minerais específicos, podem ajudar na ingestão controlada de calorias, na maior capacidade do organismo em mobilizar as reservas gordurosas e também acelerar o metabolismo corporal, queimando mais energia ao longo do dia.

Opções como o Café Verde, a Faseolamina e o Picolinato de Cromo e Colina são excelentes alternativas naturais e seguras para se utilizar em um tratamento de perda de peso, especialmente se acompanhadas e recomendadas por um profissional da saúde.

Para fazer o uso da fluoxetina, tenha em mente que você precisa ter mais do que uma necessidade de perder peso. Esse medicamento é um antidepressivo, que deve ser utilizado em pacientes que tem a necessidade desse suporte químico para controlar algum sintoma emocional que está prejudicando sua saúde.

Se você precisa apenas controlar o peso corporal, que tal conversar com um profissional da saúde sobre alternativas naturais para alcançar os resultados desejados?

Responder